×

Utilize o teclado para navegar, com Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)

A +

A -

Padrão


Original

Contraste

Notícias


Programação marca o Dia Nacional de Luta da População de Rua

Fonte: Ascom
Data de publicação: 20 de agosto de 2019


Na manhã desta segunda-feira (19), usuários do Abrigo Institucional para Adultos e Famílias, funcionários do local e segmentos da Secretaria de Saúde ligados ao trabalho de atendimento aos moradores de rua realizaram uma caminhada de conscientização e demonstração da atenção dada aos que precisam de ajuda. Cerca de 100 pessoas participaram da caminhada que começou em frente à Câmara de Vereadores e foi finalizada no Restaurante Popular onde houve almoço especial.

O prefeito Ronnie Mello participou das atividades acompanhado dos secretários de Saúde, Celso Duarte e de Desenvolvimento Social e Habitação, Elton da Rocha.
À noite, por sugestão da Sedesh, a Câmara de Vereadores realizou audiência pública para que as equipes de atendimento aos moradores de rua esclarecessem dúvidas e apresentassem os seus trabalhos.

Serviço de Acolhimento

Localizado na Rua Eustáquio Ormazabal, onde antigamente funcionava a E.M.E.F. José Francisco, o Abrigo Institucional para Adultos é uma casa de acolhimento provisório destinado a famílias e/ou indivíduos com vínculos fragilizados, a fim de garantir proteção integral aos seus ocupantes.

O local, gerido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação (SEDESH), é destinado àqueles cidadãos em situação de rua e desabrigo por abandono, mas também àquelas pessoas que estejam nas circunstâncias de migração e trânsito pela cidade que não tenham condições de autossustento.

Outro alvo do Abrigo são as mulheres que estejam em situação de risco de morte ou de ameaças em razão da violência doméstica e familiar. A finalidade é blindá-las de lesões, sofrimento físico, sexual, psicológico e dano moral.
Segundo o coordenador da casa, Alex Silveira, o Abrigo tem como principal missão o acolhimento de pessoas e a garantia de proteção integral destes indivíduos: “Nosso Abrigo pretende contribuir com a prevenção do agravamento de situações de negligência e abandono, violência e ruptura de vínculos”, reiterou. O trabalho desenvolvido pelos agentes também passa pelo restabelecimento dos vínculos familiares e sociais dos ocupantes do abrigo, além de possibilitar uma melhor convivência comunitária.

A equipe do Abrigo

Para o sucesso de todas essas etapas, o Abrigo conta com uma equipe dividida em vários setores. São nove cuidadores, um chefe de cozinha, dois guardas municipais, um motorista, duas psicólogas, um assistente social e um coordenador. São esses colaboradores que auxiliam e amparam os moradores, numa rotina diária que se inicia às 19h de cada dia, quando são feitas as acolhidas, ou recebimentos de novos ocupantes da casa.

Já no Abrigo, depois do encaminhamento inicial, é realizada a higiene pessoal, a alimentação e o pernoite. Na manhã seguinte, o dia se inicia às 7h com um café da manhã, para depois serem realizados os atendimentos técnicos e os acompanhamentos psicológicos.

O prefeito Ronnie Mello é mais um dos entusiastas acerca do trabalho realizado pelos servidores do Abrigo Municipal. “Uruguaiana, por ser uma cidade de fronteira, recebe pessoas de inúmeros lugares da América. Ultimamente abrigamos alguns refugiados da Venezuela, outros argentinos que vieram tentar a vida no Brasil. Mas nosso foco principal foco é acolher o uruguaianense que se encontra em situação de fragilidade. É ele quem queremos reintegrar à sociedade através de nosso programa de abrigo”, salientou.

Durante as 24h do dia, o serviço de acolhimento recebe usuários para a rotina de higienização e orientação sobre o funcionamento do abrigo.

© Copyright 2018 - Direitos reservados à Prefeitura de Uruguaiana/RS

topo