×

Utilize o teclado para navegar, com Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)

A +

A -

Padrão


Original

Contraste

Notícias


Uruguaiana recebe visita dos monitores que integrarão o programa das escolas cívico-militares

Data de publicação: 21 de julho de 2020


O Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, iniciativa do Ministério da Educação (MEC), em parceria com o Ministério da Defesa, depois de escolher suas 54 sedes pelo país em 2020, agora inicia a fase de reconhecimento e implantação ativa nos educandários selecionados.

Na terça-feira (14), a comitiva liderada pelo subcoordenador do programa no RS, Tenente Eduardo Luiz de Miranda, prestou visita à EMEF Elvira Ceratti, uma das cinco escolas eleitas no estado para receberam o projeto pedagógico, acompanhado do prefeito Ronnie Mello e da secretária de Educação, Maria Helena Bairros. Na oportunidade também estiveram presentes os quatro oficiais das Forças Armadas que atuarão como monitores pedagógicos, além do Gestor Educacional, o Capitão Selmar Teixeira, e demais integrantes do serviço educacional municipal.

A escola Elvira Ceratti atende alunos do ensino infantil e fundamental, porém o trabalho de pedagogia cívico-militar deverá ser desenvolvido somente com os jovens integrantes do sexto ao nono ano, que totalizam cerca de 200 alunos. A proposta do Governo é utilizar as Forças Armadas em funções administrativas e na gestão das escolas. “Estamos chegando com uma filosofia que visa o crescimento pedagógico da juventude brasileira. Esperamos que o trabalho aqui desenvolvido não seja nada efêmero e que ele traga resultados significantes para toda esta comunidade”, explanou o Tenente Miranda.

Os integrantes depois de fazerem o reconhecimento de todas as instalações do educandário, teceram diversos elogios à conservação do prédio e afirmaram que futuramente serão feitas melhorias no local, referindo-se ao aporte de R$ 1 milhão que cada escola participante do programa receberá do MEC.

A implantação efetiva do programa aguarda por orientação dos governos federal e estadual que, diante da pandemia do novo Coronavírus, ainda não têm uma estratégia definida de retomada das atividades escolares.

© Copyright 2018 - Direitos reservados à Prefeitura de Uruguaiana/RS

topo