Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Uruguaiana/RS e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Uruguaiana/RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social YouTube
Galeria de Fotos
Aberto há mais de dois anos, em 23 de março de 2020, quando iniciou o trabalho de atendimento no primeiro Centro de Triagem de Covid-19, nesta quinta-feira (31) foi oficialmente encerrada a atividade que vinha sendo desenvolvida junto ao prédio pertencente à Diocese de Uruguaiana (Antiga FAFIUR).
A partir desta sexta-feira (1° de abril), pacientes com suspeita de Covid-19 ou que apresentarem sintomas gripais devem procurar atendimento nas unidades básicas de saúde de referência ou no Pronto Socorro Municipal ou na Unidade de Pronto Atendimento Zilda Arns (UPA).
Segundo o secretário de Saúde, Diego Cantori Hernandez, a baixa procura por consultas médicas e testes, além da diminuição dos casos ativos, hospitalizações e óbitos em decorrência da doença, motivaram a desativação do serviço. “Vale lembrar que a população não ficará desassistida em nenhum momento”, disse. Conforme o Secretário, pessoas sintomáticas terão atendimento especializado nos postos de saúde da cidade e do interior. “Continuaremos, também, fazendo o acompanhamento dos positivados até como forma de monitorar a evolução da doença”, garantiu.
Ainda de acordo com o Secretário, a decisão de fechar o CT também levou em consideração o avanço da vacinação no município, assim como o fato de a região ter entrado novamente para o risco moderado de contágio.
𝗡𝗼𝘃𝗼 𝗺𝗼𝗺𝗲𝗻𝘁𝗼
O prefeito Ronnie Mello fez questão de enfatizar que o município vive um novo momento, que gera mais segurança na comunidade e que possibilita o relaxamento de algumas medidas preventivas, como por exemplo, o uso de máscara facial em locais abertos ou fechados, com algumas exceções. “Mas cabe salientar que isso não quer dizer que a pandemia acabou”, alertou. “Foram mais de 60 mil procedimentos ofertados à população, entre atendimentos médicos e de enfermagem, testagens, distribuição de medicamento e encaminhamentos para internamentos hospitalares. Os Centros de Triagem cumpriram o seu papel, auxiliando substancialmente na identificação precoce de casos positivos e no tratamento. Foi uma atividade muito bem executada e avaliada pela equipe médica e de gestão da pandemia”, concluiu o Prefeito.
𝗖𝗲𝗻𝘁𝗿𝗼𝘀 𝗱𝗲 𝗧𝗿𝗶𝗮𝗴𝗲𝗺 𝗮𝘁𝗲𝗻𝗱𝗲𝗿𝗮𝗺 𝟲𝟬.𝟴𝟰𝟳 𝗽𝗮𝗰𝗶𝗲𝗻𝘁𝗲𝘀
No município o Centro de Triagem funcionou junto às escolas Marília Sanchotene Felice, Moacyr Ramos Martins e Mário Quintana; Centro Esportivo Nova Esperança; no Pátio do Posto Médico da Guarnição do Exército; no Prédio do Restaurante Popular; e ultimamente, junto ao local cedido pela Diocese de Uruguaiana.
Ao todo, 60.847 uruguaianenses foram atendidos ao longo desse período, por 144 profissionais das mais variadas áreas. Estiveram na linha de frente 41 médicos; 36 enfermeiras; 68 técnicos em enfermagem; oito higienistas; 11 farmacêuticas; e 16 auxiliares de farmácia.
Dom José Mário Angonese, bispo da Diocese de Uruguaiana, participou da cerimônia simbólica de encerramento das atividades do Centro de Triagem. A Diocese cedeu de forma gratuita ao Município o prédio para que pudesse ser instalada a estrutura de atendimento à população. Em agradecimento ao ato, o Bispo recebeu das mãos do prefeito Ronnie Mello uma medalha de honra ao mérito do Município.
No local, a partir de segunda-feira, passa a funcionar um posto de vacinação contra a influenza.
Apenas duas pessoas estão internadas no Hospital da Santa Casa em decorrência da Covid-19. Uma delas extubada e traqueostomizada. Outro paciente permanece entubado.
 
Seta
Versão do Sistema: 3.2.6 - 05/09/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia