Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Uruguaiana/RS e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Uruguaiana/RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social YouTube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
18
18 SET 2022
CULTURA
Retomada de Uruguaiana é relembrada em ato cívico-militar
enviar para um amigo
receba notícias
O domingo (18) foi de relembrar os 157 anos da Retomada de Uruguaiana. Em 2022, o ato cívico-militar contou com presenças ilustres. Participaram do ato, o chefe da Casa Imperial do Brasil, Dom Pedro Carlos de Orléans e Bragança, trineto de Dom Pedro II e o desembargador Doorgal de Andrada, descendente de José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patriarca da Independência.
O ato ocorre anualmente para lembrar o feito, reunindo as forças militares do Brasil, Argentina e Uruguai, que após sítio de 44 dias, retomou Uruguaiana das tropas paraguaias sob o comando de Solano Lopez, em 18 de setembro de 1865. A cerimônia, após dois anos de realização em recinto fechado e com restrições em decorrência da pandemia, aconteceu junto ao Obelisco, monumento que lembra o fato histórico.
A cerimônia contou com a locução cívica realizada pelo escritor Marcelo Ribeiro, que relembrou, durante sua fala, a importância histórica do fato conjunto reunindo os exércitos de três países ocorrido em Uruguaiana, sob o comando de Dom Pedro II, Bartolomeu Mitre e Venâncio Flores.
O general William Koji Kamei e o prefeito de Uruguaiana, Ronnie Mello, colocaram ao pé do Obelisco uma corbélia de flores lembrando o ato heróico. Em seguida, o Chefe do Executivo fez referência ao momento de retomada após a pandemia. Fez referência a perda de pessoas que muito contribuíram para uma Uruguaiana melhor. Ainda salientou o momento transformador que o Município atravessa, principalmente o relacionado ao desenvolvimento local. “Esse momento novo está nos permitindo receber pessoas de todos os locais do mundo, vindos para conhecer a nossa cultura e, especialmente, a nossa história”, disse.
Ao final do encontro, o general Willian Koji Kamei também ratificou a importância da realização do ato como contribuição para a manutenção da história, principalmente em uma data de extrema relevância para o país.
Após, encerrando o evento, foi realizado o desfile militar do Exército, Aeronáutica e Marinha do Brasil, com a participação especial de uma representação de cavalarianos ligados à 4a. Região Tradicionalista.
Após a cerimônia, Dom Pedro Carlos, acompanhado de sua esposa, Patrícia, fez o plantio de dois pés de Ipê, ao lado do busto de Dom Pedro II, no Parcão. O momento foi acompanhado pelo prefeito Ronnie Mello; pelos secretários de Cultura, Brasil Carús, e de Meio Ambiente, Maycon Goulart; além do general William Koji Kamei; do desembargador Doorgal de Andrada; e convidados. A prenda e o piá mirins, Juliana e Davi, declamaram para os ilustres visitantes, que encerraram a manhã acompanhando a apresentação da Fanfarra da 2a. Brigada de Cavalaria Mecanizada (Brigada Charrua), que aconteceu em lembrança ao Bicentenário da Independência Brasileira, na Concha Acústica César Passarinho.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.9 - 07/12/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia